O Martelo das Feiticeiras (alleus Maleficarum) e a Misoginia
PDF

Palavras-chave

Educação Bilíngue
Surdos
Libras
Misoginia
Feminismo

Resumo

Cresce o número de alunos surdos no Ensino Superior, usuários da Língua Brasileira de Sinais – Libras –, como sua primeira língua. Isso tem como decorrência imediata a necessidade de produção de conhecimento nessa língua, para que se dê suporte acadêmico à necessária expansão de conhecimento. Neste trabalho, destacamos alguns conteúdos em que é possível identificar práticas de perseguição e discriminação da mulher, como no livro O martelo das feiticeiras, traduzido do latim Malleus Maleficarum. Buscamos, assim, combater a misoginia e o machismo na perspectiva histórica da proposta deste trabalho, discutir conceitos ligados à questão da luta das mulheres contra a opressão de gênero, apresentando aspectos que emergem dessa obra, a fim de compor um material bilíngue que sirva de elemento estruturante para o debate sobre feminismo em contexto bilíngue.

PDF
Creative Commons License

Este trabalho está licensiado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 Array